Pesquisa de Clima Organizacional: o que é e como elaborar?

pesquisa de clima organizacional

Entender o ambiente de trabalho e criar ações para que ele se torne acolhedor para os colaboradores faz parte dos desafios e da gestão do RH. Pensando nisso, ter pesquisa de clima organizacional como parte do calendário é crucial para dar respostas e direcionamentos para o negócio.

As pesquisas servem para entender como as pessoas se sentem no ambiente e o que elas enxergam diversos aspectos dentro do trabalho. Você tem pensado na importância da pesquisa de clima organizacional em seu cenário e sabe como elaborar a sua da melhor forma? Confira!

O que é a pesquisa de clima organizacional?

Entender e conhecer os clientes é essencial, mas é um grande erro quando os negócios esquecem de olhar para dentro de casa e não conhecem o seu cenário, dores, necessidades e visões de seus colaboradores.

Justamente por isso, a pesquisa de clima organizacional é uma forma de analisar e identificar como está o ambiente interno de uma empresa e ela busca entender quais os principais aspectos positivos e negativos que os colaboradores encontram e percebem em suas rotinas.

Por meio das pesquisas é possível diagnosticar como o funcionário se sente sobre diversos pontos da organização e elas podem abordar relacionamentos, lideranças, cultura, salários, carreira, treinamentos, equipamentos, instalações do negócio, regras a serem seguidas, entre tantas outras possibilidades.

Por que investir em pesquisa de clima organizacional?

As pesquisas são atividades importantes das rotinas dos times de RH, mas é crucial que setores e empresas entendam sobre sua relevância e utilizem os dados coletados para melhorias.

Ter pesquisas não é apenas sobre criar questionários e enviar para os colaboradores, mas sim entender de fato o que está acontecendo na empresa para aprender com erros e investir em acertos.

Dito isso, faz toda a diferença que as pessoas saibam também sobre as vantagens que essa estratégia leva para um negócio, como:

  • Atração e retenção de talentos;
  • Redução de absenteísmo;
  • Aumento na produtividade;
  • Melhoria no clima organizacional;
  • Incentivo à cultura organizacional;
  • Otimização da comunicação;
  • Aumento do engajamento e motivação;
  • dados para empresa e RH.

Quando fazer pesquisa de clima organizacional?

Existem diferentes tipos de pesquisas que podem ser aplicadas nos times e a frequência diz muito sobre elas.

Imagine que seu RH quer fazer pesquisa todo mês. Nesse caso, é preciso fazer poucas perguntas e ser rápido para ter atenção e respostas do colaborador, certo? Agora se elas são feitas com menor frequência, é possível ir mais a fundo no nível de detalhamento.  

Nas pesquisas contínuas, aquelas que podem ser realizadas mensalmente, é preciso ter atenção com o número de perguntas e com a forma em que elas são disponibilizadas.

Aqui, o ideal é ter alternativas e deixar espaço para comentários apenas no final. Nesse tipo de pesquisa de clima organizacional é menor o nível de detalhamento e é importante que sejam trabalhados temas específicos daquele período, como eventos, implementação de novos ambientes, ferramentas, benefícios, por exemplo.

Já nas pesquisas trimestrais, em que são realizadas 4 por ano, é possível ir um pouco além e recomenda-se em torno de 20 perguntas. Nesse caso, é possível mapear melhor sobre a percepção dos colaboradores de forma macro ou micro do negócio e manter as respostas sempre atualizadas graças a sua frequência.

Outra possibilidade são as pesquisas de clima organizacional semestrais. Por ter uma frequência ainda menor, ela pode já ir para 30 perguntas e pode aumentar o nível de detalhamento.

Por fim, as pesquisas anuais, que são aquelas mais extensas, que convidam o colaborador a irem além das alternativas e incentivam ainda mais as questões abertas para entender o cenário como um todo.

Como são realizadas apenas uma vez no ano (muitas vezes em seu final, para que seus dados sejam utilizados para o próximo ciclo), ela aceita grande nível de detalhamento e engloba todos os aspectos que a empresa deseja entender.

Como fazer uma pesquisa de clima organizacional?

Agora que você já sabe o que é, quais podem ser e alguns dos benefícios da pesquisa de clima organizacional, reunimos algumas dicas importantes para que você e seu time produzam a estratégia em seu cenário!

Tenha planejamento

O planejamento é o primeiro passo de qualquer estratégia e mesmo que seja ponto crucial, é muitas vezes esquecido nos negócios. Planejar uma pesquisa de clima organizacional é preciso para entender quais objetivos, traçar o que se quer identificar, qual estrutura e periodicidade será aplicada, data e período de duração, responsáveis, entre outras questões.

Somente com bom planejamento é que a prática tende a funcionar. Lembre-se que planejar – especialmente quando não existe a cultura de aplicar pesquisas – é crucial para entender qual melhor processo a empresa pode seguir para melhorar e replicar nos próximos ciclos.

Estruture a pesquisa de acordo com os seus objetivos

Com um planejamento feito, é possível seguir para a estruturação de fato da pesquisa e desenhar as perguntas e tipos de questionário. Leve em consideração os objetivos para que as perguntas sejam bem direcionadas e adequadas para coletar as respostas necessárias para a análise dos dados.

Nesse momento, é importante também escolher em qual plataforma será realizada para que os processos operacionais já sejam elaborados.

Comunique e divulgue sobre a aplicação da pesquisa

Antes de aplicar a pesquisa, é preciso divulgar a ação para que os colaboradores entendam sua importância e se engajem nesse momento. Vale a pena investir em e-mails, comunicação nas redes internas, comunicado dos líderes para os times e outras ações.

O crucial é que todos estejam cientes sobre a aplicação e que todas as dúvidas sejam esclarecidas.

Aplique a pesquisa e incentive engajamento

Após comunicar, coloque a pesquisa para rodar e incentive que todos participem, sejam líderes ou liderados. Vale a pena dizer que, é importante que a pesquisa tenha possibilidade de ser anônima e que isso seja comunicado aos colaboradores.

Quando as pessoas precisam se identificar, especialmente ao falar de pontos sensíveis da empresa, é muito menor a chance que elas sejam realmente sinceras, então não se esqueça desse ponto no planejamento e na divulgação.

Analise e divulgue os resultados

Depois de tanto planejamento e execução, é preciso analisar os dados coletados e entender o que as pessoas citaram em suas respostas. Crie estratégias para categorizar respostas, tenha nuvens de palavras para entender o que mais foi dito e elenque as melhorias e pontos positivos do negócio.

Para a análise é importante envolver gestores e líderes para que a pesquisa saia com dados e planos de melhorias.

E, mais do que analisar, faz toda a diferença divulgar os resultados para os colaboradores. Ao saber o que foi analisado e qual o plano de melhorias e implementações os colaboradores entendem que sua opinião realmente faz sentido.

Ter pesquisa de clima organizacional faz toda a diferença para os resultados do negócio e para melhorias na estrutura, afinal, somente ao entender os colaboradores é possível tomar ações que realmente façam sentido na rotina das pessoas.

Como a pesquisa de clima organizacional é vista em seu negócio e quais são as estratégias para entender suas pessoas? Aproveite que agora sabe mais sobre essa importante ferramenta e repense seu processo!

Gostou do nosso conteúdo sobre pesquisa de clima organizacional? Compartilhe em suas redes sociais e faça com que o conhecimento chegue a mais pessoas!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode se interessar por:

 

© Copyright 2017 -2022 – Adaptworks – Todos os direitos reservados